Navegação Voltar para home
Navegação Voltar para APDESP Informa
CROSP APDESP INFORMA - ED 197 (Set / Out)

CROSP REALIZA CERIMÔNIA DE POSSE DAS CÂMARAS TÉCNICAS

Membros das Câmaras Técnicas de Especialidades, Habilitações e Profissões Auxiliares do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) tomaram posse em cerimônia realizada na noite de 14/08. Cerca de 300 cirurgiões-dentistas participaram da solenidade promovida na sede da Associação Paulista dos Cirurgiões Dentistas (APCD), na Capital.

Fizeram parte da mesa de abertura o presidente do CROSP, Claudio Miyake, o presidente da Comissão de Tomada de Contas e também da Comissão de Ensino e Especialidades, Rogério Adib Kairalla, o tesoureiro da Associação Brasileira dos Cirurgiões Dentistas (ABCD), Ziró Yanagimori e o presidente da APCD Central e da Comissão de Ética do CROSP, Wilson Chediek.

Um dos diferenciais anunciados para a gestão 2017-2019 é o Comitê Gestor das Câmaras Técnicas. “Implantamos algumas mudanças em relação à administração das Câmaras Técnicas. Criamos um Comitê Gestor auxiliar, devido ao grande número de demandas das 29 Câmaras para realizar as suas tarefas, de acordo com o plano de metas que será definido por cada uma delas para esse próximo biênio”, explicou Kairalla.

Formado por João Paulo Tanganelli, Mauricio Querido e Sidney Rafael das Neves, o Comitê agilizará processos e garantirá maior suporte na realização das atividades promovidas pelas Câmaras.

O presidente do CROSP, Claudio Miyake, destacou que para o biênio 2017-2019 a proposta é a realização de um trabalho integrado. “Cada uma delas já entendeu a importância e a necessidade do trabalho desenvolvido. Agora o momento é de avançar e promover atividades, discussões e eventos multidisciplinares. As Câmaras deixam de ser uma célula isolada para se tornar um organismo composto por várias especialidades”, disse.

Miyake também destacou os meios de comunicação para divulgação das atividades das Câmaras Técnicas. “No site temos um importante espaço dedicado a elas, o Portal das Especialidades, no qual podem ser publicadas diversas informações, artigos, enfim, todo o trabalho realizado”, comentou.

Wilson Chediek mencionou ainda a importância do envolvimento das Câmaras Técnicas na orientação dos profissionais para que eles exerçam a profissão de forma ética e valorizada. “Infelizmente a formação, o ensino pioraram. Então acredito que compete sim ao Conselho e as Câmaras Técnicas, dentro da sua especialidade, fiscalizar, orientar”.

Após a abertura, os membros das Câmaras Técnicas receberam certificados. O secretário-geral do CROSP, Marco Manfredini, os conselheiros Sandra Kalil Bussadori, Sofia Takeda Uemura, Cintia Rachas Ribeiro, Nilden Cardoso e o tesoureiro Marcos Capez prestigiaram o evento.


O COMITÊ

Entre os desafios apontados pelos membros do Comitê está a aproximação das Câmaras Técnicas. “Ajudaremos a criar meios para integrá-las. Temos bom relacionamento com todos e por isso acredito que essa aproximação será muito positiva”, argumentou Querido.

Para Tanganelli a motivação será outro ponto chave. “Além da integração acredito que motivar a participação dos colegas seja um dos desafios do Comitê, por conta do tempo que cada um já dedica aos seus projetos pessoais”.

Sidney destacou que agora o trabalho será mais efetivo e ágil, uma vez que a demanda será absorvida por um Comitê. “Agora triplicou a capacidade de absorção e isso permitirá maior envolvimento das Câmaras e trabalhos multidisciplinares”.

Foto e fonte: CROSP





Sócio empresa